© 2019 by Dasein, Lda.                                    

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Escola, aqui vou eu! - carta aos meus papás

   Queridos Papás,

 

   Hoje foi um dia muito importante para mim... Acho que também para vocês. Pelo menos, pude reparar que nos prepararam a todos lá em casa, com um cuidado especial, para este momento – o meu primeiro dia de escola.

   

   Já me tinham falado da escola várias vezes e eu estava ansioso por ir conhecer tudo aquilo de que me falaram: a sala colorida e cheia de brinquedos, a professora, os amigos, as brincadeiras, as canções, os jogos, as coisas novas que iria aprender todos os dias e as atividades de menino crescido. Como aquelas que vocês também fizeram quando eram pequeninos como eu, e de que tanto gostaram e falam habitualmente com tanto entusiasmo. Disseram-me que era um pouco como ir para o trabalho, assim como o vosso. Quando ouvi essas palavras, pensei logo nas coisas que dizem todos os dias do vosso trabalho e, como geralmente vos vejo felizes, todas estas ideias me tranquilizaram imenso. Sim, porque tenho que confessar que, apesar de todas as coisas boas que me contaram, esta ideia de passar os meus dias num sítio novo, com pessoas que não conhecia e que nunca tinha visto antes, me deixava um pouco nervoso. Para dizer a verdade, ainda deixa... passou ainda pouco tempo e eu preciso de espaço e tempo para me habituar. Papás, penso que compreendem que é difícil para mim deixar-vos assim logo de manhã, estar longe de vocês. Sinto-me muito acarinhado nesta escolinha, mas é sempre diferente estar convosco, pois sou o vosso filho e, na realidade, até agora poucas vezes estivemos separados. Ainda mais difícil se torna após as férias, em que vocês não estiveram a trabalhar e estivemos sempre tão juntinhos... É difícil separarmo-nos de alguém que nos faz sentir seguros e especiais – na verdade vocês são o meu porto seguro, o centro do meu universo e para quem eu olho sempre para poder compreender o que se passa à minha volta.

 

   Assim, posso dizer que passei um dia muito feliz. Para isso foi muito importante não só a forma como me prepararam nas últimas semanas - quando me contaram as vossas experiências felizes dos tempos de escola, quando me levaram a visitar a sala, a conhecer a minha professora e os meus futuros amiguinhos, e mesmo quando criaram rotinas estáveis, ainda mais ao longo destes últimos tempos – como também a confiança que me transmitiram hoje de manhã ao se despedirem de mim. Nunca poderei esquecer o modo tranquilo e feliz com que me conduziram à escola, a maneira segura com que seguraram a minha mãozinha trémula, o carinho com que disseram "Até logo!" com um abraço e um beijo, assegurando-me que voltariam mais tarde para me vir buscar, e a confiança que procurei nos vossos olhos quando me entregaram à minha professora. Vou contar-vos um segredo: sou capaz de ter chorado um bocadinho quando se despediram de mim ou depois de se terem ido embora, mas a confiança que me transmitiram deu-me força para perceber que me podia sentir seguro. Creio que vocês também podiam estar um pouco nervosos, mas se o estavam, mal percebi e agradeço-vos tanto por me terem transmitido tanta confiança, mesmo sem falar muito. Por terem sido simples e não terem dito muitas palavras complicadas, assim pude perceber todas e aquilo que me queriam transmitir. E por não terem voltado para trás, só para se certificarem de que eu estaria bem. Só mostra que estavam confiantes. Em mim e nas pessoas com quem me deixaram. Ao fim do dia, lá estavam vocês, à hora combinada, mantendo a nossa rotina estável, coerente e tranquila. Afinal, o tempo passou tão depressa! Um só dia e já tanta coisa para contar... Foi tão bom ver o vosso entusiasmo por me ouvirem, ou simplesmente por ver todas as minhas experiências no meu olhar. Sim, porque quando se é pequenino, assim como eu, o olhar conta mais coisas que as palavras. E vocês adivinham-me direitinho.

 

   Apesar de todas as coisas boas, amanhã poderá voltar a ser um bocadinho difícil separar-me de vocês. Afinal de contas, é tão bom estarmos juntos... Mas sei que, mais uma e outra vez, me vão transmitir toda a vossa força e confiança. Afinal, se vocês confiam, eu só posso confiar também! Obrigada por tudo, Papás!

 

Votos de um excelente ano letivo!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags