© 2018 by Dasein, Lda.                                    

Dra. Cláudia Borralho
Psicomotricista / Técnica Superior de Reabilitação Psicomotora

Técnica Superior de Reabilitação Psicomotora, licenciada em Reabilitação Psicomotora pela Faculdade de Motricidade Humana (2015). Sócia n.º 1290 da Associação Portuguesa de Psicomotricidade.

Certificada do curso Europeu de Primeiros Socorros pela Cruz Vermelha (2016).

Formadora Certificada pelo instituto de emprego e formação profissional com o projeto de formação para pais e educadores acerca do desenvolvimento infantil – alertas e estratégias (2016).

Formação no Modelo HighScope de aprendizagem ativa – Nível 1 pelo HighScope Portugal (2016).

Especializada em Atividades Aquáticas pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias com o projeto de Programa de Preparação Pré-Parto em Meio Aquático (2017).

Instrutora de Massagem Infantil pela Associação Portuguesa de Massagem Infantil (2017).

Especializada em Intervenção Precoce na Infância pelo ISPA com o projeto sobre os Benefícios da Massagem e do Toque pelos Cuidadores em Recém-Nascidos Pré-termo e ao longo de 6 meses (2018).

Formação no Programa de Promoção da Resiliência em Contexto Escolar pelo Rescur Resilience Curriculum na Faculdade de Motricidade Humana (2018).

Experiência em intervenção psicomotora infantil em contextos:

  • Ginásio - atividades de promoção do desenvolvimento psicomotor típico (preventivo) e atípico (terapêutico) em diversas escolas auxiliando estratégias que vão ao encontro das necessidades dos agentes educativos.

  • Meio aquático - adaptação ao meio aquático com pais e bebés e sessões de terapiapsicomotora em crianças com perturbações do desenvolvimento.

  • Sala de aula - atividades de aprendizagem ativa em equipa multidisciplinar com crianças com dificuldades de aprendizagem específicas.

Participação em workshops acerca do desenvolvimento infantil: Prematuridade, Perturbações do Desenvolvimento e Resolução de Conflitos; Intervenção Psicomotora em crianças com Perturbação do Espetro do Autismo, Saúde Mental Infantil e Crianças em Risco; Intervenção Psicomotora com recurso a Terapias Expressivas.

Desenvolve um projeto com duas Psicomotricistas com enfoque em diferentes faixas etárias (bebés e crianças, adultos e idosos) que dá vida à página Psicomotricidade Sem Idade e investe na partilha de experiências entre Psicomotricistas através de atividades, adaptação de materiais e divulgação da prática terapêutica.

 

Integra a Associação Portuguesa de Psicomotricidade na equipa da secção regional centro onde desenvolve ações de formação acerca da profissão e workshops com os alunos da FMH ao nível intervenção psicomotora nas diversas fases da vida (desde 2018).